Arquivo

Archive for the ‘Sobre muitas coisas…’ Category

O fazendeiro e o galinheiro

25/ abril / 2020 Deixe um comentário

Era uma vez um galinheiro muito feliz.

Todo dia, o fazendeiro alimentava as galinhas. Todo dia, elas ficavam um pouco mais gorduchas e complacentes. Outros animais da fazenda tentaram advertir as galinhas. “Vocês vão morrer”, disseram. “O fazendeiro só está tentando engordar vocês.”

As galinhas não deram ouvidos. Durante toda a sua vida o fazendeiro aparecera para alimentá-las, murmurando palavras de carinho e encorajamento. Como as coisas poderiam mudar tão de repente? Mas de fato um dia as coisas foram diferentes: “O homem que alimentou as galinhas todos os dias de sua vida, no fim torce seu pescoço”.

Bertrand Russell

Estabelecer o foco através da ROTINA

10/ abril / 2020 Deixe um comentário

Para começo de conversa, precisamos aniquilar a ideia que rotina significa uma vida monótona, um limitador.

NÃO! Se você perceber, o mundo gira em torno de rotinas. Isso porque, o estabelecimento de rotinas diminui a quantidade de decisões e isso faz com que o cérebro fique mais disposto para tomar outras decisões.

A rotina estabelecida abre a possibilidade de desenvolvemos crescimento pessoal e profissional.

Começar o dia a partir de atividades fixas, seguindo uma rotina, nos ajuda a ter maior concentração e tranquilidade no desenvolvimento dos nossos focos. Com uma rotina, a vida fica mais tranquila, mais disposta e o humor melhora.

Mentalize e se disponha a ter uma rotina. Isso abrirá uma poderosa oportunidade de um crescimento pessoal e profissional.

No meu caso, percebi que uma rotina matinal me desperta e prepara meu corpo para uma vida consciente de trabalho e disposição. Preparar um café ou um chá, ver o dia amanhecer, escrever, ler, exercícios físicos, são atividades simples que incluídas em rotinas matinais, tornam a vida muito mais produtiva.

No início da época COVID-19, confesso que fiquei uns dias perdido, eu me entreguei a noticiário, redes sociais, porque não conseguia cumprir minha rotina criada há anos.

Foi aí que percebi que estava perdendo mais tempo do que eu gastava com o trânsito.

O que eu fiz? Reelaborei meus hábitos, Comecei com curtos períodos, mas investindo em qualidade, até que me acostumei e percebi a eficiência chegando ao nível esperado (e, às vezes, até me surpreendo).

No começo, no período de adaptação ainda somos tentados a sair da rotina, mas se houver concentração e disposição, com o tempo vai perceber que seu foco estará bem estabelecido com atividades simples que produzirão benefícios para sua vida.

Obs.: Dedico este pequeno texto para quem ficou meio perdido, sem rotina em um momento tão adverso.

Meu desejo é que você consiga, com pequenos hábitos e gestos, ser eficiente em uma nova rotina.
Se você já conseguiu montar uma nova rotina e está dando certo, conte aos outros, pois o exemplo inspira e arrasta.

Vamos nos adaptar a uma nova agenda, teremos prazer nela, e estabeleceremos nosso FOCO através da ROTINA.

Como surge a ansiedade? Como resolver?

A ansiedade surge em consequência da superestimulação que não pode ser descarregada por meio da ação.

Há um círculo vicioso comum para todos aqueles que ficam ansiosos na busca de informações.

Quanto mais informações obtêm, mais ficam sabendo da existência de novas fontes da mesma informação, gerando ainda mais ansiedade.

É comum as pessoas se sentirem intimidadas e impotentes frente à quantidade enorme de informações existente à sua volta, e buscarem, portanto, mais e mais informações na vã tentativa de suprir suas inseguranças.

O problema é que tais sentimentos de impotência agravam os sintomas de ansiedade que, por sua vez, reduzem a capacidade de aprender, gerando mais ansiedade e fechando o ciclo vicioso.

COMO RESOLVO ISSO?

1. Procuro fotos, imagens de momentos bons, de lugares bonitos que visitei, imagino. Pensamento viaja…

2. EU TREINO, CONDICIONO O MEU CÉREBRO para manter-se firme no projeto de vida, no plano estabelecido e foco na criação de uma nova rotina adaptativa. Isso me estimula a ser eficiente e diminuir os prejuízos do momento adverso.

Tente isso.
Espero que dê certo para você também.

A CATARSE DA MEMÓRIA

A carência de conhecimento, promove o erro e o equívoco, enclausura a arte, faz sucumbir os ideais, impede o crescimento cultural, entre tantos outros malefícios.

Contudo, o excesso de informações tem provocado entupimento das artérias do pensamento, levando o homem a um ataque cardio-emocional.

Há um emaranhado de bits, dados, palavras, textos, matérias e teses, provadas ou não, verídicas ou não, que estão entulhando as estradas do discernimento, provocando verdadeiros engarrafamentos nas vias da reflexão lógica, ocupando espaços pessoais, invadindo nossa privacidade por conta da exposição desenfreada e maciça nas redes sociais.

Esses mecanismos eletrônicos da comunicação contaminam como uma onda radioativa e têm causado estragos na humanidade de uma forma jamais vista.

Uma edição de um jornal The New York Times possui mais informações que o conhecimento adquirido por uma pessoa durante toda a vida no Século XVIII.

A maior biblioteca do mundo não está nos EUA, Portugal ou Alemanha. A maior biblioteca está na palma da nossa mão.

Assim, não andar ansioso requer que encontremos o equilíbrio na informação e fortalecemos nossa fé em Deus. Ele cuida de nós.

NEGAÇÃO

20/ março / 2020 Deixe um comentário

A liberdade de expressão consiste no direito fundamental que o ser humano possui de expor suas diversas opiniões e não ser criminalizado por ter uma opinião diferente.
Lado outro, a liberdade de expressão não pode ser confundida como uma autorização para mentir ou não sermos responsabilizados, ou deixarmos de arcar as consequências pelas nossas afirmações.
A liberdade de expressão jamais pode ser utilizada para que fatos históricos sejam negados.
A teoria da negação caracteriza-se pela falsificação deliberada dos registros históricos pelo simples desejo de apresentar eventos de forma condizente com suas próprias crenças ideológicas, mesmo que isso envolva distorção e manipulação evidência histórica.
Negação é um filme necessário para os tempos estranhos vividos atualmente.
Investigar e proteger as verdades históricas são indispensáveis para que possamos evitar erros no presente e no futuro.

Vença a si mesmo e seja invencível!

9/ março / 2020 Deixe um comentário

Vencer a si mesmo é a maior das vitórias (Platão).

Vencer a si mesmo é uma frase bem repetida, porém, pouco compreendida nas suas implicações.

Vencer a si mesmo significa compreender que tudo pode ser diferente quando entendemos que a maioria dos problemas podem ser vencidas através da nossa mudança de entendimento e, acima de tudo, atitude.

Vencemos a nós mesmos quando acordamos cedo para ganhar algum tempo durante o dia e cuidarmos da saúde. Vencemos a nós mesmos quando somos disciplinados na alimentação saudável; quando conseguimos ser disciplinados nos estudos e projetos de vida.

Enfim, vencemos a nós mesmos quando fazemos algo no presente que aos nossos olhos em outro momento seria impossível. Esta é a grande vitória da vida.

Percebeu? São grandes vitórias sobre os “tabus e crenças” que criamos em nós que repercutirão em muitas outras.

Vencer a si mesmo requer mudança de mente, requer saber a diferença sobre o perfeito e o excelente. Muitos perdem para si mesmos porque não conseguem resultados perfeitos, as coisas não saem exatamente como planejaram.

Porém, permita-me dizer algo:
O perfeito simplesmente não existe.
Vencer a si mesmo não é fazer algo perfeito, mas fazer algo excelente!
A excelência está ao alcance de qualquer pessoa que busca o melhor resultado possível dentro das suas próprias capacidades e condições.

Antes de se comparar, de concorrer com os outros, decida vencer os seus próprios limites e frustrações. Vencer a si mesmo começa com a nossa disposição em ser melhor do que ontem.

Termino parafraseando o famoso provérbio: “Quem vence os outros é um vencedor, mas quem vence a si mesmo é simplesmente invencível!”